fbpx

BOLSAS FEMININAS. TENDÊNCIAS E ESTILOS QUE DITAM A PREFERÊNCIA DA MULHER

Bolsas femininas estão na vida das mulheres como parte integrante de algo mais profundo que o seu próprio corpo: a sua personalidade.

Bolsas femininas são, portanto, muito mais que acessórios, pois avançaram em sua utilização e se tornaram uma espécie de cúmplice de quem usa, onde suas intimidades são transportadas, onde ela se abraça quando se sente aflita, aquela que nunca é esquecida e que acompanha sua companheira por onde quer que ela vá.

Parece uma apresentação de uma linda história de amor e companheirismo, mas também não é exatamente assim.

Bolsas femininas são importantes pelo que representam, porque é fundamental para a imensa maioria das mulheres estar com sua bolsa o tempo todo em que estiver acordada e que, quando ela dormir, que esta bolsa esteja próxima, ao seu alcance e em lugar seguro.

Ocorre que não estamos falando de uma só peça, pois normalmente, as mulheres definem estilos diferentes de bolsas femininas de acordo com ocasiões, estações do ano, situações do cotidiano, o que faz com que a maioria das mulheres possua mais de um tipo de bolsa simultaneamente.

Nós vamos explorar estes estilos e descobrir o que está provocando o interesse das mulheres modernas, os motivos e novidades que estabelecem as tendências do mercado efervescente das bolsas femininas.

BOLSAS FEMININAS E SUAS OPÇÕES DE MODELO E UTILIZAÇÃO

Imagem de abertura

Bolsas femininas estão sujeitas às variações da moda, como tudo o que existe e que, de alguma forma, atue na manifestação da personalidade das pessoas, por uma razão simples: nossa personalidade se adapta ao meio em que vivemos e isto provoca as oscilações.

É natural que seja assim e esperamos que isto aconteça, já que novas invenções, tecnologias, costumes, vão moldando a sociedade, e nós, como indivíduos que compõem esta sociedade, somos afetados por ela, ao mesmo tempo em que afetamos o seu comportamento.

Bolsas femininas estão associadas ao elemento mais ativo destas transformações sociais, no caso, a mulher.

É claro que a moda e o cuidado estético também estão presentes no homem, que cada vez mais apresenta e escancara seus traços de vaidade, mas a tendência é que o apego estético masculino jamais supere o feminino, pois isto é parte da personalidade de cada um.

É comum imaginar que um homem se considera prontamente vestido com uma calça, um calçado e uma camisa, na maioria das vezes, sem importar muito os estilos e combinações.

É quase impossível imaginar o mesmo de uma mulher, que ao contrário do homem, que pode se sentir confortável com 3 ou 4 itens entre roupas e acessórios, uma mulher precisa, ao menos de uns 10, contando que um deles seja uma bolsa, que sozinha carrega outros 10 ou 20.

Em resumo, uma mulher desfilando sua graça e beleza no calçadão de alguma cidade, é um conjunto formado por uma média de 15 a 20 itens, considerando várias peças de roupas sobrepostas em combinações, acessórios múltiplos para cada parte do corpo, calçados exuberantes, por mais simples que sejam, joias e pingentes pendurados em quase todo lugar, do corpo ou da roupa, braços ornados com variados tipos de elementos, que vão desde pulseiras a relógios e, além de tudo, lá estará ela, a bolsa feminina, carregada com seus materiais de sobrevivência, como conjuntos de maquiagem, documentos, papelada, smartphones e “sabe lá o que mais”, tudo formando um espelho (ah!! Tem espelho também) de sua personalidade, sua intimidade, um verdadeiro cofre de segredos que nem ela lembra mais.

De qualquer forma, as oscilações são provenientes da evolução, mesmo as dolorosas costumam ser boas, no mínimo, como aprendizado.

Nessa trajetória, vamos avançando e novas vertentes sociais vão se abrindo e com elas as novas expressões, que fazem nascer os estilos e isto é o que chamamos de moda.

Bolsas femininas seguem este caminho e apresentam em si mesmas as nuanças desta evolução social e o objeto de composição da personalidade feminina, ganha formas, cores, implementos, novos materiais, maneiras de utilização e vai avançando através dos tempos, estabelecendo sua própria identidade no cotidiano das pessoas.

BOLSAS FEMININAS E OS PRINCIPAIS MODELOS

Bolsas femininas Tictactoo que combinam com você

Bolsas femininas ganharam tanta personalidade que passaram a receber coleções especiais e são apresentadas a cada estação, compondo o visual das peças lançadas por grandes marcas, que acabam embasando a tendência, a partir do acompanhamento dos estilos.

São muitas as variações e elas costumam ir e vir do universo das tendências com muita dinâmica, mas alguns destes estilos costumam ficar por mais tempo, sofrendo variações e adaptações, mas mesmo assim, se mantém em essência como opções valorizadas e utilizadas pela maioria das mulheres.

Separamos alguns destes modelos que costumam estar sempre na moda, que estão em alta nos dias atuais e que satisfazem a maioria das exigentes usuárias que, como se diz, quem não anda com qualquer um, também não anda com qualquer bolsa!

1 - Bolsas Saco ou Bag:

Bolsas estilo saco são ideais para quem tem uma personalidade mais despojada, prática, que precisa de espaço com inteligência, pois sua forma de bojo comporta muitos elementos, sem resultar numa peça muito grande.

São oferecidas diversas opções de tamanhos e modelos, mas os intermediários são a preferência, pois são fáceis de transportar, são extremamente práticas e funcionais.

As bolsas estilo saco são ricas em estilos, padronagens, cores e apresentações, se constituindo numa tendência clássica, que não costuma sair de moda, o que proporciona durabilidade de estilo para a peça, que pode ser utilizada por longos períodos, sem sair de moda.

2 - Bolsas Estilo Mochila:

As mochilas fazem parte de uma utilidade mais contemporânea, mais moderna e associada à evolução da mulher no cenário global.

Extremamente funcional ao transporte, as bolsas femininas estilo mochilas são mais práticas, com uma pegada mais despojada e dinâmica, remete à personalidades ativas e eficientes, que costumam possuir as mãos livres para tarefas múltiplas, sem no entanto, perder a certeza de estar carregando consigo tudo o que precisa na sua preciosa companheira.

As bolsas femininas estilo mochila avançam na preferência das mulheres modernas e tendem a permanecer, com variados tamanhos e formas, normalmente com maior capacidade de carga, podendo carregar desde elementos básicos até tablets e notebooks.

Este estilo também pode sofrer variações de tamanhos, onde se encontram as minimochilas e as macromochilas, com todas as opções para todos os gostos e necessidades.

Extremamente funcionais, as bolsas femininas estilo mochila tendem a se consolidar como uma das preferências da mulher moderna, o que deve garantir lugar fixo para este estilo através dos tempos.

3 - Bolsa Carteiro:

Este estilo é mais universal, pois traz uma alça longa, que é posicionada normalmente no ombro, sem ser transversal, posicionando o corpo da bolsa à altura do quadril da mulher, o que a faz andar literalmente lado-a-lado com sua parceira.

Possui diversas opções de tamanho, mas a preferência é pelos tamanhos médios, com compartimentos, que facilitam a organização.

O estilo é único e de personalidade múltipla, pois combina com a maioria das personalidades, o que faz com que ela sempre esteja presente, independente da passagem do tempo, com alguns ajustes estéticos, mas sempre com sua apresentação original.

4 - Bolsas Estruturadas:

Bolsas femininas estruturadas são aquelas com uma construção mais firme, mais sólida, o que proporciona um estilo mais clássico, menos maleável e com uma utilização mais prática, pois normalmente é rica em compartimentos e repartições internas, o que favorece à organização.

Ultimamente, este estilo mais afeto aos padrões mais clássicos e sofisticados, vem ganhando releituras de transformação para estilos mais arrojados e despojados, o que consegue uma média interessante do ponto-de-vista estético.

Este é um modelo que não deve sair nunca das prateleiras e páginas virtuais das lojas, pois também não deve sair da preferência das mulheres, que gostam de variar composições e a dinâmica desta peça proporciona isto com louvor.

5 - Bolsas de Tecidos:

Bem mais despojadas e românticas, as bolsas de materiais leves são exatamente o oposto das bolsas estruturadas, pois não possuem armações significativas, o que proporciona um visual solto, maleável, transmitindo uma percepção de liberdade ao estilo.

As opções de materiais são muitas, assim como os padrões, combinações de cores e acabamento, o que cria uma variedade grande de possibilidades.

De qualquer forma, este é um modelo que também se consolidou na preferência das mulheres, independente de estação ou fase da moda e assim deve permanecer.

6 - Bolsas de Praia:

A grande dinâmica dos estilos faz com que as bolsas de praia também sejam uma tendência, mesmo fora da praia e, mais ainda, em outras estações além do verão.

Normalmente são bolsas com um estilo mais esportivo, despojadas, ousadas no acabamento, cores e apresentação, mas também são conhecidas por serem práticas, simples, de fácil manipulação, além de amplas e grandes, podendo carregar muita coisa.

7 - Bolsas Baú:

As bolsas baú são o que o nome sugere, um modelo mais estruturado, bojudo, de firme construção, ela é um verdadeiro compartimento, estilo baú, com fechamento forte e com alças curtas, sendo transportada diretamente na mão.

Estilo imortalizado no início do século XX, as bolsas femininas estilo baú ganharam a paixão das mulheres e estão há mais de um século presentes no cotidiano feminino.

Variações de materiais, modelos e composições mantém a bolsa baú em evidência e sua capacidade de se adaptar a diversos estilos, faz com que a bolsa baú seja uma das peças de presença assegurada no conjunto de acessórios da mulher contemporânea.

8 - Bolsas de Ombro ou Shoulder:

Seria possível dizer que as bolsas de ombro são um elemento intermediário entre as bolsas baú e as bolsas carteiro.

A maior diferença é um conjunto de alças mais curtas, que fazem com que o transporte da bolsa ao ombro, a posicione logo abaixo do braço da mulher, ao contrário da bolsa carteiro, que se posiciona bem mais abaixo, na altura do quadril.

Sua construção costuma ser mais estruturada e oferece diversas opções de modelos, padronagens e estilos, mas a sua essência se consolida como uma das preferências permanentes entre as mulheres.

9 - Bolsas Crossbody ou Tiracolo:

As bolsas femininas tiracolo jamais deixarão de ser usadas, pelo simples fator de sua praticidade, que possibilita deixar as mãos livres, sem necessitar largar a bolsa ou se separar dela.

Variações mistas trazem a ampla tira que dá nome ao tiracolo, podendo ser posicionada no ombro ou atravessada no peito, elas também trazem alças curtas, para poderem ser transportadas na mão em determinadas situações.

Materiais, cores e acabamento diferenciam o estilo, mas a funcionalidade das bolsas tiracolo já está eternizada como um clássico da preferência feminina.

10 - Bolsas Sacola ou Shopping Bag:

Este estilo de bolsas femininas é bem similar a vários outros, mas se notabiliza e diferencia pelo apoio das alças na parte frontal e traseira da peça, dando a exata percepção de sacola.

Medianamente estruturada, ela possui vários tamanhos, mas o médio é a preferência da maioria.

Uma grande variedade de materiais, cores, estilos e composições proporciona muitas opções e faz com que a bolsa sacola também esteja sempre atravessando os tempos e se mantendo em alta nas coleções deste tipo de acessório.

11 - Bolsas Multibag:

A ousadia não tem limites, mas existe um conceito que não é propriamente clássico, e nem se sabe se vai permanecer como preferência constante das mulheres, mas as multibags vêm chamando a atenção do mercado.

O conceito é de bolsas múltiplas, numa composição de 2 ou 3 num único elemento.

Bolsas que se completam, mas que são, visivelmente, 2 ou mais peças.

É como se a mulher andasse com 2 ou 3 bolsas ao mesmo tempo.

O legal é que as peças formam conjuntos harmônicos, por vezes interligados por alças ou outros tipos de presilhas, às vezes similares, apenas com diferença de tamanho e independentes, onde a mulher literalmente carrega 2 alças.

Não sabemos onde isto vai dar, mas está fazendo muito sucesso e pode se tornar tendência permanente, cabe observar.

12 - Bolsas Minibag:

Estas são mais originais ainda, pois são verdadeiros mimos em forma de bolsas.

Bolsas pequenas, mas nem por isto menos estilosas e charmosas, complementando looks delicados, com materiais e formas diferentes, às vezes, de vários estilos distintos, mas todas chamam a atenção pelo seu tamanho diminuído, dando muita personalidade à peça.

Tende a ser um elemento de uso contínuo através das estações, embora seu estilo esteja em melhor combinação com o frio, mas deve superar o tempo e se consolidar, pois é prática e de muito charme.

13 - Bolsas de Argolas:

Bolsas com argolas são presentes desde a segunda metade do século XX, onde o que era para ser um tipo de fechamento da bolsa, ganhou outras aplicações, estando presente nas junções das alças, nas aberturas e avançando para a composição na forma de acessório do próprio acessório.

Argolas são marcantes e quando maiores e exageradas, dão um toque de audácia, ousadia e muita personalidade a quem usa.

Vai e volta da moda, mas sempre está presente.

14 - Bolsas Box:

Verdadeiras caixas, sustentadas por alças curtas, de mãos, ou de carregar no ombro, lembram as antigas frasqueiras e são peças super estruturadas, firmes, muitas de madeira em sua estrutura, ou plástico duro e outros materiais sólidos e inflexíveis, por isto o nome de caixa.

O revestimento não encontra limites, pois viaja na criatividade dos estilistas e designers.

Todo o tipo de material é utilizado e composições diversas são encontradas, desde as mais simples até as verdadeiras joias, ornadas com pedras preciosas e materiais nobres e caros.

Uma peça associada diretamente ao estilo e, embora não seja de utilização pela maioria, possui um grupo de fiéis seguidoras que não dispensam a sua companhia.

15 - Bolsas Belt ou Pochetes:

Estas são as mais controversas, pois às vezes chegam a ser tachadas de ridículas e outras vezes retornam com força como o mais fantástico elemento de ousadia e personalidade para quem usa.

Assim as pochetes viajam através do universo da moda feminina, sumindo um pouco, voltando outro pouco, mas quando menos esperamos, lá estão elas, carregadas por mulheres decididas, que fazem de sua praticidade, um motivo determinante para usá-las, sem se importarem com a opinião alheia, o que acaba trazendo a peça novamente para a superfície da preferência feminina.

16 - Bolsas de Correntes:

Seguindo o exemplo das bolsas femininas de argola, as bolsas com correntes são cool e tradicionais na preferência de alguns grupos específicos de usuárias.

Vão e voltam da moda, mas algumas mulheres sempre aparecem com suas bolsas que possuem alças de correntes de diversos tipos, dos mais rústicos aos mais sofisticados.

Correntes como detalhes visuais também costumam ser incorporados no acabamento das peças deste e de outros estilos e, enfim, correntes são elementos clássicos da personalidade e, portanto, também o são das bolsas femininas.

17 - Bolsas de Pelos:

Ainda bem que já vai longe o tempo em que a referência era às bolsas de pele, o que hoje chamamos de bolsas de pelos.

Bolsas de pele remetiam ao fato de que algum ser vivo precisaria perder a pele para que a madame ostentasse sua percepção exótica da vida, como se o que existisse no mundo servisse apenas para atender seus caprichos.

Isso era e é uma agressão.

De qualquer forma, os pelos são incrivelmente suaves, atraentes e aconchegantes, gerando seu próprio estilo.

Ainda bem que a tecnologia evoluiu e proporcionou à indústria a possibilidade de desenvolver matérias absolutamente idênticos aos naturais, apenas com produção sintética, com as vantagens de serem antialérgicos, sustentáveis, e carregando toda a beleza e estilo das peças que antigamente eram produzidas com materiais naturais, que exigiam a morte e o sofrimento de seres vivos para seu uso.

Bolsas de pelos dão um toque mais clássico, sofisticado e atraente ao estilo, que permanece e deve continuar indefinidamente na preferência da mulherada.

18 - Bolsas Statement:

As bolsas statement possuem um estilo tão próprio e tanta personalidade que se pode dizer, com tranquilidade, que não combinam com nada.

É exatamente por não combinarem com nada que elas podem ser utilizadas com tudo.

Parece um paradoxo, mas com vários estilos conhecidos, as bolsas statement, são agressivas em seu visual, normalmente multicolorido, com estampas abstratas de diversas formas e cores, em peças que realmente chamam a atenção e demonstram uma clara personalidade forte e independente de quem as usa.

A ousadia tem tornado as bolsas statement um componente permanente na preferência de um grupo representativo de usuárias mais atrevidas.

19 - Bolsas Maxibag:

Estas jamais vão desaparecer e são definitivas por seu tamanho, cada vez maiores, carregam não apenas muito mais objetos, mas muita personalidade também.

Bolsas amplas, grandes, às vezes, enormes, que trazem composições estilosas, marcando a peça como importante, definitiva na vida de quem usa.

Prática pela quantidade de elementos que transporta, bonita pela amplitude e forte pela personalidade da peça, normalmente alinhada ao estilo de quem usa.

Este tipo de bolsa jamais sairá do portfólio das empresas produtoras, pois sempre terá um público fiel.

20 - Bolsas de Franjas:

O estilo dos mais despojados vem da década de 70, da fase hippie da humanidade e da geração paz e amor, mas ficou e vem atravessando o tempo como preferência de um grupo de mulheres que adotaram seu jeito irreverente e único de apresentação.

É uma daquelas peças que podemos afirmar que caiu no gosto de um público específico, mais do que a estética, pela personalidade das peças, que deixa transparecer um espírito jovial, normalmente alegre e associativo a quem usa.

Deve permanecer assim por muito tempo ainda, tanto é que tem se consolidado numa grande tendência já assegurada para os próximos anos.

21 - Bolsas de Palha:

Os materiais sustentáveis já são uma tendência pela mensagem e pela inteligência que carregam.

As bolsas de palha, mesmo antes desta consciência sustentável, sempre foi um acessório de muita procura, pois é prática, leve, agradável, despojada e que combina com o estilo casual da maior parte do cotidiano das mulheres.

Para o trabalho, o dia-a-dia, as bolsas de palha costumam ser universais em sua utilização, com a aplicação de alguns componentes de acabamento, podem até se tornar sofisticadas peças de extremo bom gosto.

22 - Bolsas de Vime e Madeira:

No rastro das bolsas de palha, as bolsas de vime também vêm ganhando espaço e se consolidando como uma das peças que têm que estar presentes no portfólio de algumas mulheres.

São firmes e estruturadas, assegurando segurança ao conteúdo e, por ser um material leve, garante à peça uma boa usabilidade.

A personalidade também é um ingrediente definitivo na preferência por este tipo de produto.

A madeira, em alguns de seus estilos e materiais, também vem compondo a preferência do mercado de bolsas femininas, pela versatilidade dos componentes, mas costumam fazer mais sucesso aquelas opções que são produzidas com selo de certificado de produtos sustentáveis.

23 - Bolsas Transparentes:

Transparências nunca saíram de moda e o plástico e seus derivados são os ícones da transparência para as bolsas femininas.

Até bem pouco tempo, bolsas transparentes estavam associadas ao verão e à praia, mas isto mudou rapidamente e hoje é possível se deparar com diversos tipos de bolsas, com designes bem modernos e até clássicos, porém, fabricadas de material transparente.

Isto trouxe mais personalidade à peça e caiu no gosto de muitas mulheres, que demonstram ousadia e irreverência, além de autoconfiança, em andar com boa parte do conteúdo de sua bolsa a mostra, sem se importar com isto.

Não é para qualquer uma, é preciso ter personalidade forte, mas é exatamente isto que perpetua este estilo.

24 - Bolsas Boxy Clutch:

As boxy clutchs são aquelas peças delicadas e mimosas que as mulheres usam, normalmente em ocasiões mais requintadas, preferencialmente à noite, compostas por pequenas bolsas estilo carteiras, quadradas ou retangulares, normalmente lisas, sem muitos enfeites, apenas atraentes por seus materiais e acabamento.

Clássica como nenhuma outra, embora para ocasiões bem específicas, acompanha a mulher há séculos através da história e deverá continuar assim.

Carrega apenas o essencial e se torna componente do visual, normalmente exuberante destas ocasiões.

25 - Bolsas Sela:

O nome sela vem do fato que a sua aba de fechamento é sobreposta ao outro lado da bolsa, o que dá a perspectiva de uma sela de montaria.

Medianamente estruturada, tem alça de ombro e até pode ser fabricada a tiracolo, com bom espaço interno, normalmente utilizada em tamanho médio, costuma ter alças longas, posicionando a peça à altura do quadril, embora também ofereça algumas variações.

Uma peça prática de amplas combinações, continua firme na preferência de boa parte do público feminino e deve continuar assim por longo tempo ainda.

BOLSAS FEMININAS SÃO PEÇAS QUE SEMPRE ESTARÃO EM EVOLUÇÃO E O DIFERENCIAL DE QUALIDADE SERÃO OS MATERIAIS SUSTENTÁVEIS:

Bolsas femininas, como tudo na vida, sempre estarão em constante evolução, trazendo sempre tendências novas, mesmo que agregadas aos estilos mais clássicos, como acabamos de ver na apresentação de alguns dos modelos mais tradicionais.

O grande diferencial, além das cores, estilos, designe, praticidade, e proposta visual, está e estará cada vez mais, na inteligência da peça.

A inteligência aplicada às bolsas femininas será visível a partir de sua eficiência, aliada ao estilo, mas será muito percebida a partir dos materiais utilizados na sua produção.

Uma percepção comum ao mundo moderno e que será cada vez mais valorizada, é a sustentabilidade.

Ninguém mais acha aceitável uma pessoa com um casaco de pele natural, que pressupõe morte, sofrimento e destruição, para a sua ostentação.

A maioria dos lugares mais desenvolvidos sequer permite que pessoas portando este tipo de indumentária frequente os seus espaços, é simplesmente proibido e, muitas vezes, vemos noticiários mostrando pessoas que são expulsas de ambientes, escorraçadas em público por portarem este tipo de peça de mau-gosto absurdo.

A utilização de novos materiais em substituição aos naturais vem ganhando força e simpatia geral da humanidade.

Peças com materiais de tecnologia avançada, como produtos que imitam integralmente a textura e funcionalidade do couro, muito mais baratos e duráveis.

Materiais que imitam a pele de animais, os pelos, são cada vez mais valorizados e, tão importante quanto a beleza e estilo, é poder ostentar uma etiqueta que assegura que aquele é um material sustentável, isto sim tem sido fonte de admiração e ostentação positiva.

Não há como falar da tendência de moda das bolsas femininas sem manifestar que, uma das maiores relevâncias para a moda atual e futura, está no tipo de material utilizado, independente do estilo, onde os sustentáveis têm um futuro inteiro pela frente, enquanto os de origem animal e natural, tendem a ser vistos como peças de infeliz escolha por quem ainda se atreve a fabricar e usar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *